Este website usa cookies para assegurar que tens a melhor experiência   Mais info

Procurar Imóvel

Vender o seu imóvel: Com ou Sem Agência Imobiliária?

Vender o seu imóvel pode se tornar num processo bastante exigente devido à dose extra de paciência, dedicação e tempo que é necessário despender. Quer tratar de tudo sozinho, ou prefere ser ajudado por uma agência imobiliária?

 

Um mediador imobiliário, ao contrário do que a maioria das pessoas pensa, não se resume apenas à angariação de clientes para visitar a sua propriedade ou cobrar uma percentagem após a venda do imóvel. Um bom agente tem todos os conhecimentos necessários para que os passos mais exaustivos, se transformem em passos simples.

Vender um imóvel envolve muitas questões burocráticas e legais e é necessário estar preparado, por isso, cada vez mais, as agências imobiliárias apostam na formação dos seus profissionais, para que esta se traduza numa boa avaliação dos imóveis, numa estratégia de divulgação eficaz, bem como, em ter os clientes certos para que a venda seja feita com base nos principais interesses do comprador/ vendedor.

 

Conheça as 7 vantagens de trabalhar com uma agência imobiliária:

 

1 – Reunir toda a documentação

A primeira etapa para se conseguir vender um imóvel, é saber quais os documentos necessários para tratar de toda a parte burocrática e legal. O agente imobiliário sabe, não só de que documentos se tratam, como também, de que forma os pode obter se necessário.

 

2 – Avaliação do seu imóvel

Vender uma casa é um negócio e como em qualquer negócio ninguém gosta de perder. No entanto, isto não pode significar dar um valor exorbitante e irrealista ao imóvel que pretende vender, porque vender um imóvel é também uma venda emocional e temos tendência a avaliar consoante as nossas necessidades.
Um agente imobiliário, sendo um intermediário imparcial no momento da avaliação, fará um estudo de mercado, bem como uma avaliação de propriedades semelhantes à sua, até chegar ao valor mais justo para si e para o futuro comprador.

 

3 – Promoção do imóvel

Após uma boa avaliação do seu imóvel, serão agendadas fotografias profissionais e um vídeo da propriedade caso se justifique. Será feita uma descrição profissional com especial foco no público-alvo a atingir e posteriormente, logo que o imóvel se encontre on-line é feita a distribuição para os principais portais/canais imobiliários nacionais e internacionais, para que rapidamente chegue ao comprador certo.

 

4 – Filtragem de contactos pelo mediador

O conhecimento do cliente permite criar uma relação de confiança, indispensável ao sucesso do negócio. Para vender um imóvel é necessário ter os clientes certos para a propriedade certa, e só os mais de 16 anos de experiência que temos nos permitem uma resposta certeira e adequada às necessidades do vendedor/comprador.

 

5 – Agência imobiliária local

A grande vantagem está num excelente conhecimento da localização e do mercado envolvente. Os clientes atuais estão cada vez mais informados e é importante saber responder a toda e qualquer questão que apareça, bem como, apresentar exatamente aquilo que procuram.

 

6 – Agendamento e preparação de visitas

A história que se conta sobre um espaço é determinante na decisão que um potencial comprador vai tomar. É necessário estar preparado para responder a toda e qualquer questão, assim como, tentar preparar o espaço para a visita. O agente imobiliário indica-lhe as preferências do cliente antes da visita, para que consiga preparar um ambiente propício a contar a história que ele quer ouvir.

 

7 – Concretização de negócio

O mediador é sempre uma mais valia para ambas as partes, porque faz a mediação sempre a pensar no melhor tanto para o comprador como para o vendedor. Caso decida vender o imóvel por conta própria, não terá um intermediário no que toca a questões legais e o mais certo será ter de recorrer a um advogado para que nada falhe com o contrato de promessa compra e venda. Caso esteja a trabalhar com um mediador ele saberá indicar-lhe todos os passos legais evitando assim um outro encargo.

 

Todo o processo será agilizado e mais seguro porque estará nas mãos de um especialista que percebe as suas intenções e trabalha para a concretização de um bom negócio.

 

Se mesmo assim quiser arriscar fazer cada um dos passos acima referidos sem ajuda profissional, tenha em atenção o seguinte:

 

Dica 1 – Reúna os seguintes documentos:

  • Certidão predial permanente atualizada
  • Caderneta predial urbana
  • Licença de utilização
  • Ficha técnica do imóvel
  • Certificado Energético
  • Distrate (no caso de existir crédito habitação associado ao imóvel)

 

Dica 2 – Pequenas obras ou mobiliário novo/atrativo ajudarão a acrescentar valor na hora da avaliação do imóvel. Ter em conta que as avaliações terão de ser feitas por um especialista. ( Veja o artigo 7 Tendências de Decoração para 2019 )

 

Dica 3 - Tire boas fotografias da propriedade e escreva um descritivo do imóvel com foco nos pontos de maior interesse do imóvel. Promova a sua propriedade junto dos principais portais

 

Dica 4 - Prepare bem a sua casa para cada visita e mantenha a propriedade com um aspeto neutro, para aguçar a imaginação do possível comprador. (A importância do Home Staging)

 

Dica 5 – Faça uma boa gestão das propostas que lhe apresentam. ( Saiba mais em Várias Ofertas, como escolher?)

 

 

Um imóvel bem promovido, levará sempre a um objetivo atingido – isso pode depender de si ou de nós se aceitar a nossa ajuda!