Este website usa cookies para assegurar que tens a melhor experiência   Mais info

Procurar Imóvel

Saiba como rentabilizar o seu imóvel

Rentabilizar o seu imóvel,Longa duração,Curta duração,Arrendamento,Arrendamento tradicional,Alojamento local,Arrendamento para férias

Saiba como rentabilizar o seu imóvel

Tem um imóvel que não utiliza, mas gostava de o rentabilizar? Saiba que existe algumas formas de o fazer. Siga todos os passos deste artigo e decida qual a melhor opção para rentabilizar o seu imóvel.

 

Portugal é um dos países da Europa que está, definitivamente, na moda. E claro, isso faz com que o turismo cresça exponencialmente, nos grandes centros urbanos e no Algarve. A acompanhar o crescimento do turismo, está o crescimento das oportunidades para rentabilizar o seu imóvel. Se nunca pensou sobre o assunto, saiba que tem muito a ganhar!

 

 

Existem dois tipos de arrendamento básicos, o de longa duração e o atualmente falado, o de curta duração. A escolha de um dos dois só depende de si, e no uso que dá ao seu imóvel.

 

Arrendamento de longa duração

 

O de longa duração, como o próprio nome indica, consiste no arrendamento por um período de tempo alargado. É uma maneira de rentabilizar a sua propriedade, de forma constante e segura. Associado ao arrendamento de longa duração, tem de estar um contrato, que tem, no mínimo uma duração de um ano e poderá ser renovado.

Ainda dentro do arrendamento de longa duração, tem duas hipóteses de rentabilização.

 

 

  • Arrendamento tradicional – Esta é a forma mais conhecida e também, a mais antiga de o fazer. Deve ter em atenção que pelo menos, durante um ano, a casa vai estar habitada. Se apenas pretender disponibilizar a casa por um período de tempo menor, deve antecipadamente combinar isso mesmo com os futuros inquilinos. Este tipo de arrendamento implica a declaração do contrato às finanças, com penalizações altas se não o fizer.

 

  • Arrendamento de quartos – Se tiver um quarto vago na sua casa, porque não rentabiliza-lo? Esta é uma opção que tem cada vez mais adeptos e que ajuda a equilibrar as contas ao final do mês. Deve garantir que a pessoa escolhida para dividir casa consigo se enquadra na perfeição ao seu estilo de vida.

 

Outra forma de arrendamento, é arrendar aos estudantes que procuram casa nas cidades universitárias. Por se tornar mais económico, os estudantes arrendam quartos, normalmente, em apartamentos que sejam também habitados por outros estudantes.

 

Fique bem informado sobre como proceder aos contratos de arrendamento junto das Finanças da sua zona.

 

 

Arrendamento de curta duração

Nos últimos tempos, temos ouvido falar muito sobre Alojamento local, Airbnb ou até de arrendamento para férias. Esta é a melhor forma de ganhar dinheiro, num curto espaço de tempo. Mas deve ter em atenção que terá de dispor algum tempo em limpezas, check-in e check-out. Estes arrendamentos são muito sazonais, têm melhor adesão em épocas festivas ou nos meses quentes, isso acontece em especial no Algarve.

 

 

  • Alojamento local – O assunto dos alojamentos locais foi entregue no final de 2018 às câmaras municipais, como tal, terá de comunicar a sua intenção a esta entidade. Poderá fazê-lo através da página do Balcão Único.

 

O alojamento local tem de estar em boas condições de conservação, deve garantir o bom funcionamento dos equipamentos e instalações e estar bem ventilado. Deve ter uma manta antifogo e extintor acessível, kit de primeiros socorros e o número nacional de emergência visível.

 

Este tipo de alojamento gera bons resultados, especialmente se a zona envolvente tiver pontos turísticos de interesse. Mas também terá de despender algum tempo para este negócio. A limpeza e o bom funcionamento dos equipamentos são importantes para que tenha uma boa cotação em páginas como o Airbnb ou Booking, que se destinam a publicitar o seu negócio. (Se está a ponderar começar um negócio de alojamento local, informe-se antes de todas as regras)

 

  • Arrendamento para férias – É nas férias, em especial durante o verão, que as pessoas mais procuram casas para arrendar. O tempo da estadia pode variar entre uma semana a um mês. Este tipo de arrendamento é mais procurado por famílias, por se tornar mais prático para quem, por exemplo, tem crianças.

 

Como o tempo da estadia é mais longo, não necessita de despender tanto tempo em limpezas, check-in e check-out. Em muitos casos, os proprietários optam por apenas alugar no período de verão, podendo usufruir do imóvel durante o inverno.

 

Para o arrendamento de férias, deve publicar a disponibilidade do seu imóvel na internet. Essa tarefa terá de ficar a seu cargo, e por vezes torna-se cansativo responder a todas as questões e dúvidas. Tem sempre a alternativa de poder contratar os serviços de uma imobiliária, que resolverá todos os assuntos por si. O mais certo é já terem uma carteira de clientes pronta para o seu imóvel e lhe facilitarem o acesso a todas as burocracias necessárias. (Se ficou com alguma dúvida sobre este processo, não hesite em contactar a Casas do Barlavento)

 

Veja o que é mais vantajoso para si e faça a sua escolha entre arrendamento de longa duração ou curta duração. Através do separador de notícias do nosso site, fique sempre a par de toda a legislação para que não tenha percalços durante este processo. Para que possa potenciar o seu futuro negócio, saiba que a equipa das Casas do Barlavento tem experiência no mercado dos arrendamentos há mais de 15 anos e poderá ajuda-lo.