Este website usa cookies para assegurar que tens a melhor experiência   Mais info

Procurar Imóvel

Propriedades no Algarve 12,8% acima dos preços pré-crise

casas do barlavento, mercado residencial do algarve, preços das casas, nova construçao no algarve, pré-crise, portugal

Propriedades no Algarve 12,8% acima dos preços pré-crise

O mercado residencial do Algarve atingiu o ponto mais baixo em 2014, mas agora já acumula três anos de recuperação. De acordo com dados do Confidencial Imobiliário, em termos homólogos, no 4º trimestre de 2017, os preços das casas no Algarve cresceram 17,1%, encontrando-se 12,8% acima dos valores de 2011.


A falta de oferta continua a exercer pressão sobre os preços que têm vindo a registar uma constante valorização. De acordo com o índice do Confidencial Imobiliário, todos os concelhos algarvios registaram uma valorização face a 2011.


No 3º trimestre de 2017 Lagos registou um preço médio de oferta de 2.500€/m2 e de 2.000€/m2 em Portimão – valores apenas registados antes da crise. Aliás, do total de 16 concelhos do Algarve, 13 encontram-se em máximos históricos.


A Casas do Barlavento acredita que este desequilíbrio entre a procura e a oferta está a levar a uma inflação de preços que se tornará, em breve, incomportável. E, apesar desta trajetória crescente do último ano e meio, a taxa de crescimento de vendas de fevereiro diminuiu um pouco face a janeiro.


Para colmatar este desajuste, no concelho de Lagos, o mercado já está a reagir com a oferta de nova construção. Construtoras como a Rodrigues & Vermelho e a Miralagos anteviram esta mudança de paradigma e já começaram a apresentar apartamentos em planta.


Rodrigues & Vermelho – Monte Galvãohttps://bit.ly/2J10iS3

Miralagos – A Adega - https://bit.ly/2H6Oilw