Este website usa cookies para assegurar que tens a melhor experiência   Mais info

Procurar Imóvel

Construções eficientes

Com certeza já ouviu falar dos problemas ambientais que o homem deve enfrentar e reverter imediatamente. Sabe que a escolha do tipo de construção da sua casa pode influenciar a forma como tratamos o meio ambiente?

 

Conhece algum método de construção amigo do ambiente e da carteira? Neste artigo, mostramos dois tipos de construção inovadores e que estão cada vez mais na moda. Portugal já conta com algumas empresas de construção com esta preocupação ambiental.

 

 

Antigamente a ideia em geral, seria arranjar casa para a vida toda e, quem sabe, para as futuras gerações da família. Em muitos destes casos, os filhos seguiam a vida para outros sítios, deixando cair em esquecimento as casas familiares. O que podemos observar é que essas mesmas casas, nos dias de hoje, são ruínas, e nem os materiais podem ser reutilizados.

Nos tempos atuais já não existe uma fixação a um sítio para a vida toda. Cada vez mais as famílias mudam-se por várias razões, quer seja para terem melhores condições ou pelo aumento do agregado familiar. Mas e se lhe disséssemos que agora pode trazer a casa às costas ou aumentar o número de divisões consoante o número de pessoas na sua família? Trazer a casa às costas não é no sentido literal da expressão, mas quase.  

 

  1. Casa modular

Este género de casa é lhe familiar, mas conhece as vantagens ao adquiri-la?

  • A principal caraterística das casas modulares é sem dúvida o tempo de construção mais curto. Varia de empreiteiro para empreiteiro, mas estima-se entre 60 a 120 dias de construção em ambiente controlado. Ou seja, sem que esteja dependente da situação climatérica, e dos habituais imprevistos nas obras tradicionais. Todo o processo de construção é previamente estudado e feito na maioria em fábrica. Os preços destas casas também podem impressionar, visto que uma casa pode custar apenas 37 mil euros por 62m². Para quem já possui um terreno pronto para construção, existem empresas de construção modular que ao vender estas casas já têm os licenciamentos e fica logo pronta a habitar.

 

  • Outra vantagem pertinente, é a escolha da tipologia e a estética da casa em geral. A escolha da tipologia não tem de ser logo planeada no início da construção, pode incluir mais um quarto ou outra divisão quando assim for necessário. Pode também contar com a ajuda dos designers presentes nestas empresas de construção, eles saberão orientá-lo para que consiga a casa que pretende. Se não tiver ideias sempre pode se inspirar nas casas já existentes ou até comprar uma e fica pronto a viver na sua nova casa.

 

 

  • Não são necessárias fundações na construção da casa modular. Desta forma a casa pode ser transportada de um sítio para outro, com alguma facilidade. Em relação à compra de uma nova casa no futuro destino de habitação, irá eventualmente compensar o transporte da sua casa modular para outro sítio.

 

  • Os materiais escolhidos para esta construção são de qualidade. Por serem feitos em fábrica exigem uma maior supervisão dos mesmos. Outro proveito que pode tirar dos materiais é sem dúvida o isolamento térmico que fornecem. Sabendo deste aspeto, sabemos que se pode poupar na fatura de energia tanto no inverno como no verão. Uma outra contribuição, para a preservação do meio ambiente, é o desperdício quase nulo de material em comparação à construção tradicional.

 

 

  1. Casa passiva

 

Talvez nunca tenha ouvido falar deste método de construção, mas é um dos mais eficazes para uma casa eficiente. A denominação desta construção pode ser casa passiva ou então passivhaus, em alemão. Dentro da escala dos certificados energéticos, estas casas estão no topo, esta é uma norma que se refere à eficiência energética de forma a reduzir a pegada ecológica. Isto resulta numa utilização ultrabaixa, que exige pouco consumo de energia tanto no aquecimento como no arrefecimento das divisões da casa.

 

  • Este método tem a particularidade de poder ser aplicado a casas com construção tradicional já existentes, e pode ser feito faseadamente. O principal objetivo da associação encarregue de implementar este método no nosso país, a Portugal Passivhaus, é de que as novas construções sejam feitas de acordo com este princípio. Outro objetivo desta associação, é ter uma habitação com total independência energética.

 

  • Este método contribui para a saúde dos habitantes da casa. Existe mais qualidade do ar, menos oscilações térmicas e claro conforto térmico, que ronda entre os 20° e os 25° todo o ano.

 

  • Com uma casa passiva pode aguardar por uma poupança até 75% na fatura de energia. O isolamento térmico certo para a sua casa fará com que o frio ou o calor não entre. Existem vários tipos de produtos que podem ser aplicados, como o aglomerado de cortiça expandida ou a lã mineral. As janelas e portas são os pontos de fuga ou de entrada térmica do exterior. Para ter melhor eficiência necessita de ter bons materiais e para isso é estimado gastar mais 5% do que na construção tradicional. Ao longo dos anos reverte rapidamente esse investimento, através da poupança energética.

 

  • Na fase da projeção da casa é importante ter em conta a orientação da casa. Esta é uma das bases essenciais para ter uma habitação com uma pegada ecológica reduzida. (veja mais sobre eficiência energética, aqui)

 

 

Se pensa investir numa casa modular com o sistema de casa passiva saiba que o pode fazer através de várias empresas nacionais. Se procura um terreno para concretizar o seu sonho saiba que pode sempre contar com a ajuda da Casas Do Barlavento.